Irlanda vive um despertar pentecostal, após queda no número de católicos

A Irlanda já foi chamada de “o país mais católico do mundo”, mas hoje é uma das nações mais seculares. Maior prova disso é que a Igreja da Anunciação em Flingas teve sua última missa realizada em outubro e será demolida por falta de membros.

A CBN News fez uma reportagem sobre a queda do cristianismo naquele país, dizendo que a fé cristã institucional que dominou a Irlanda morreu com uma velocidade surpreendente. E hoje, como disse um líder, “para os irlandeses, Deus se tornou irrelevante”.

A Irlanda já foi chamada de “o país mais católico do mundo”, mas hoje é uma das nações mais seculares. Maior prova disso é que a Igreja da Anunciação em Flingas teve sua última missa realizada em outubro e será demolida por falta de membros.

A CBN News fez uma reportagem sobre a queda do cristianismo naquele país, dizendo que a fé cristã institucional que dominou a Irlanda morreu com uma velocidade surpreendente. E hoje, como disse um líder, “para os irlandeses, Deus se tornou irrelevante”.

O pastor Jurjea se lembra de quando nações como a Irlanda enviaram Bíblias para a Romênia comunista e diz que agora essas Bíblias estão voltando.

Ministérios africanos também estão crescendo naquele país, a Redeemed Christian Church of God, da Nigéria, já tem mais de 100 templos na Irlanda e conta com mais de 8 mil membros.

Ainda assim, algumas igrejas católicas acreditam em um despertar espiritual que poderia levar a população a se encontrar com a fé novamente.

“Há um despertar espiritual acontecendo neste país. Os padres das paróquias estão realmente nascendo de novo e cheios do Espírito Santo e tendo uma visão do que é possível. Há uma herança espiritual dentro desta nação que acredito que o inimigo que é Satanás quer destruir, mas acredito que vai acontecer novamente”, declarou Paddy Monaghan, da Iniciativa Católica Evangélica da Irlanda.

Nick Park concorda com essa afirmação e diz que há “uma explosão do cristianismo” acontecendo. “Acredito que os dons e chamados de Deus não têm arrependimento, e a Irlanda ainda tem um chamado para ser uma nação que envia missionários e acredito que a Irlanda cumprirá esse papel novamente”.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com whatsapp
Compartilhe com email
Compartilhe com print

Deixe uma resposta

Fechar Menu